sábado, 4 de dezembro de 2010

Técnicas policiais sobre recrutamento do informante

JURÍDICO

O recrutamento do informante é atividade de extrema importância para a investigação de crimes, pois, muitas vezes, é a única possibilidade de uma variável para formulação da hipótese inicial. Ocorre muito nos crimes de autoria desconhecida. Salvo os crimes praticados de inesperadamente, por força de súbita emoção, quase sempre o autor tem tempo para planejar estratégias que dificultem a coleta de provas, impondo maior esforço à busca de informações. Mesmo sendo de aparente informalidade o uso do informante, é necessário o controle da legalidade. Primeiro para que não haja constrangimentos e abusos no recrutamento. Depois, para que informações contaminadas não acabem invalidando as provas. O recrutamento do informante não é tarefa fácil. Depende, muitas vezes de exaustivo trabalho de convencimento. O grau de dificuldade tem relação direta com a confiabilidade do cidadão na instituição policial. Quantas vezes perdemos a oportunidade de conquistar potenciais informantes, destratando ou não dando a atenção necessária ao cidadão que pede nosso apoio ou simplesmente uma informação. Deve ser feito um cadastramento com o perfil dessa pessoa, para consulta do investigador. O recrutamento deve ocorrer nas variadas classes sociais e ambientes da sociedade organizada. Uma relação de informantes em potencial poderá ser feita com nomes de pessoas que já mantiveram algum contato com a polícia, como vitimas, testemunha de outros crimes e pessoas que pedem a colaboração da polícia. Essas pessoas poderão ser também escolhidas de acordo com seu potencial de informação diante do fato, das circunstâncias, da motivação e do ambiente onde ocorreu. Exemplo: Crime de homicídio praticado por vingança, cuja vitima é comerciante que ganhou licitação pública. Algum dos concorrentes poderá ter informação ou a possibilidade de vir a tê-la, que viabilize formulação de hipóteses sobre a autoria. O recrutamento do informante deverá ser um processo regular da instituição policial e não do investigador em si. O informante é da organização. O controle institucional evita o uso inadequado dessa ferramenta e garante a verificação da validade da informação. Deverá haver um cuidado especial com o informante autor de crimes, pois o investigador não pode ceder diante de possíveis condições para oferecimento do dado que não sejam de acordo com a legalidade.
Bismarck -
dpcbismarck.blogspot.com

26 comentários:

  1. Me permite discordar de alguns detalhes?
    No ramo em que trabalhamos o informante pode ocupar lugar importância para as investigações. Infelizmente a minha instituição não tem buscado regulamentar essa fonte. Sobra para os investigadores, no dia-a-dia conseguir "seus próprios" informantes. E nenhum deles se aproxima por dever com a justiça...cada um deles quer receber alguma coisa. Não tenho a menor dúvida de que 90% dos informantes com quem trabalho são bandidos,mas proporcionam as maiores prisões.Nem mesmo a escuta telefônica tem superado o índice de prisões proporcionado pelos "meus" informantes.
    Na busca de informações sobre como lidar com informantes, descobri que somente na Rússia existiam informantes comprometidos com o Partido e que faziam o trabalho "gratuitatamente". Israel também tem alguns, mas no caso do Brasil, com raríssimas exceções, tem de haver algo em troca. E nesse ponto, trabalhar eticamente e legalmente, é impossível. O que faço é um controle de danos...mas mesmo assim é um perigo essa análise ficar somente ao meu cargo, sem qualquer outro tipo de controle.
    Parabéns pela ousadia do assunto (digo ousadia porque aqui no meu estado existem alguns delegados que falam categoricamente: 'Não trabalho com informantes"...mas também não vejo eles fazerem nenhum tipo de investigação).
    Por fim, quero dizer que estou procurando mais informações sobre controle de informantes, qualquer ajuda é bem vinda!
    Abração

    ResponderExcluir
  2. sou informante e ganho a vida assim gostaria que regulamentasem como e feito nos estados unidos e para terminar nao sao todos os infirmantes sao ladroes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como é pago, mensal ou é proporcional ao tamanho dos peixes, tubarões valem mais, como é ?

      Excluir
    2. Gostaria saber mais sobre o assunto, eu quero ser um informante, meu sonho era trabalhar na polícia por causa que meu estudo é baixo. Também não quero nada em troca,quero apenas os ladrões na cadeia. Sou uma simples mulher,mas muito inteligente, Tenho alguns nomes de ladrões de banco. Não me conformo em ver um cara que nunca trabalhou na vida ter casa própria,apartamento,carro de luxo,e ainda da carro de presente da família,e a polícia não questionar o indivíduo! Criminosos tem que morrer atrás das grades!

      Excluir
    3. Mande um e-mail direto pra mim ok. jrsanchess@ig.com.br

      Excluir
    4. eu nao ganho nada so de saber q foi mais um marginal pra cadeia basto

      Excluir
  3. Olá, por favor me informe os passos para minha candidatura para isso. Sei que posso servir (e muito) e até sem remunerações ou regalias.

    Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o contato é um policial de sua confiança! ele lhe encaminhará!

      Excluir
    2. Existem informantes de ficha limpa, mas a maioria dos informados é pq são próximos ao mundo do crime.

      Excluir
  4. gostaria de entrar em um grupo pois me sairia muito bem queria um contato

    ResponderExcluir
  5. gostaria de saber mais sobre isso e como posso ajudar sendo informante

    ResponderExcluir
  6. como posso saber mais sobre isso??quero ajudar nesse sentido

    ResponderExcluir
  7. gostaria de saber mais sobre isso e como posso ajudar sendo informante

    ResponderExcluir
  8. 'gostaria de saber onde é feito esse cadastro

    ResponderExcluir
  9. Gostaria de saber quanto ganha em média?
    E como faço para virar um informante?

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber quanto ganha, e como faço para virar um informante?

    ResponderExcluir
  11. Gostaria de lhe dar informaçoes estremas sobre trafico de drogas ñ quero receber nada em troca so quero viver em um pais melhor e ver bandidos e traficantes na cadeia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas, entre em contato diretamente em meu e-mail, jrsanchess@ig.com.br. Grato.

      Excluir
  12. Sou detetive e trabalho com alguns policiais do goe, garra entre outros como faço para ser um informante tenho vários casos de fornecimento de armas e drogas, além de roubo de cargas quem souber como faço entre em contato obrigado meu nome Martinelli.

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de ser um informante como faço

    ResponderExcluir
  14. Gostaria de ser um informante como faço

    ResponderExcluir
  15. Ferreira, mande um e-mail com seu e-mail que te retorno. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostaria de ser um informante, não tenho nenhuma experiencia na area em questão, mais tenho um dom. Eu sou do tipo de pessoa que faz amizade fácil e com isso fica fácil coletar informações. Queria saber como eu posso fazer para se tornar um informante da policia seja ela qual for. Desde já digo que não quero dinheiro em troca disso, apenas quero a proteção a minha pessoa e a minha familia.

      Excluir
  16. quero entrar pro ramo de informante! sei me dar com todo tipo de pessoa trabalho com perssuasao o trabalho de informante é remunerado? se alguem se interessar entre em contato comigo

    ResponderExcluir
  17. Ganhar dindin ? Vai trabalhar que desse mato não sai coelho não ...

    ResponderExcluir

Atenção! Os comentários ofensivos à Instituição ou pessoas serão de responsabilidade exclusiva de quem comenta, inclusive será divulgado o endereço IP, se solicitado.